Ariel Pires de Almeida

A fresta

In Uncategorized on 21/08/2009 at 23:59

Nada se mexe 06

O nada é o contrário do tudo e este o oposto daquele.

Mas o que seria? Este? Ou aquele?

Diria que o nada seria o tudo em sua total completude. Mas, onde estaria esse nada?

Nas frestas desse todo completo que, portanto não possui fresta alguma.

Então, como existe, se de fato não subsiste?

Permita-me uma digressão:

Todo ser vivo busca a comunhão com a vida em si própria. O sexo é a representação mais simbólica, mas também mais angustiosa dessa constatação. A busca pela conjugação, pela confluência, se concretiza pela necessidade de fusão com o outro ser, diferente, porém congruente com seu próprio.

Entretanto, a relação que mais se aproxima ao âmago existencial de todo ser vivo é certamente o da predação, quando muito do parasitismo. A relação sexual reproduz o teatro emocional e abstrato – portanto, humano – da angustiosa interdilapidação dos contornos sociais. Mas, ao comer, ao ingerir outro ser vivo, introjeta-se sua essência, sua benevolência, quando não, malevolência. O canibalismo é-nos um exemplo claro e perverso dessa realidade.

Nesse sentido, a vida – que se caracteriza pela diferenciação – se coloca como vida indiferenciada apenas a partir do momento em que se metarmofisa em matéria morta, isso é, em combustível vivo pro corpo em amadurecimento. Então, não importa se homem ou mulher, macaco ou chimpanzé, robô ou computador:

A transformação se completa no asfalto pelo qual passam os carros combustíveis pela tecnologia Shell. Somos todos futuros fósseis. Futuro carbono. Futuras armas. Futuros furtos. Futuras vidas. Futuros não ser.

Nosso destino talvez seja esse não ser. Não sei.

Existe um momento na vida de todos seres em que estes retornam à sua forma primordial, indiferenciada e absoluta de vida que fornece combustível à vida porvir. É neste nada que se produz o tudo. É um nada que, portanto, subsiste. É a fresta no todo em sua completude.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: