Ariel Pires de Almeida

Sincronia final: militarização e guerra (III)

In Uncategorized on 28/06/2010 at 05:29

Olhando uma face ou outra dessa mesma moeda que apresentamos aqui, o desfecho é o mesmo. Ambas mergulharão em conflitos civis e exteriores ao longo das décadas subsequentes à expulsão estrangeira. Isso, no entanto, aponta Chesneaux, não é característica particular do período pós-colonial. Segundo o autor, é a preocupação militar que suscita a criação de empresas modernas na China dos últimos ministros confucianos do século XIX. E a mesma preocupação que preconiza a instalação de vias férreas para a cotenção de revoltas no período que procede Cipaios, na Índia[i].

O desenrolar emancipatório para cada um nesse quesito é bastante diverso. Entretanto, o resultado nos anos 50, 60, e 70 fora ao menos comparável. A China se tornou a maior força militar mundial e a Índia também é bastante considerável. A primeira auxiliou estrangeiros comunistas na Coréia e no Vietnã, além de se utilizar do grandioso Exército Vermelho para a contenção popular. A segunda se viu mergulhada em guerra por longo período com seu Outro apartado, o Paquistão. Ambos foram e são focos constantes de tensões internacionais.

A análise desses casos emblemáticos da história asiática importa na reflexão política, econômica e cultural para o esclarecimento de realidades do desenvolvimento capitalista tardio. Refletem, apesar de suas peculiaridades, relações primordiais impostas pelo sistema internacional do trabalho. Avançar nessas pesquisas até os dias atuais e aprofundar no já esboçado é míster para a compreensão do mundo contemporâneo.


 

Referencias bibliográficas

Hall, John – Estados e sociedades: o milagre numa perspectiva comparativa in: Europa e ascenção do capitalismo org. Jean Beachler, John A. Hall e Michael Mann. Rio de Janeiro: Imago, 1989

Chesneaux, Jean – A Ásia oriental nos séculos XIX e XX. São Paulo, Pioneira: 1976

Moore Jr, Barrington – As origens sociais sociais da ditadura e da democracia – senhores e camponeses do mundo moderno. São Paulo, Martins Fontes

Sader, Eder e Fernandes, Florestan – Mao Tse-tung. Política. São Paulo, Ática

Cohan, A. S. – Teorias marxistas da revolução. Brasília, Ed. da Univ. De Brasília

Gandhi, Mahatma – Satyagraha in South Africa/Chapter XIII: Satyagraha vs Passive Resistance, 1928

(Junho de 2010)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: